Skip to content Skip to footer
Marca FotoRio 2020

Sobre o FotoRio 2020

Em 2020, o FotoRio pretende construir uma plataforma online de comunicação e produção de conteúdo consolidando, assim, sua atuação nos planos nacional e internacional, de modo a contribuir para a democratização do acesso à informação sobre a fotografia e seu universo.

A plataforma fotorio.fot.br será um canal para apresentação de obras, debate e desenvolvimento da cultura visual sem fronteiras. No entanto, o Festival continuará no calendário anual de eventos da cidade do Rio de Janeiro com programação própria, como ápice da sua proposta de promoção e valorização da fotografia.

Nossa história

FotoRio nasceu em 2003, com o objetivo de valorizar a fotografia como bem cultural. Desde então, destaca a importância da fotografia no campo da arte, na comunicação e na vida social contemporânea.

É o mais antigo festival de fotografia do país. Inicialmente bienal e anual a partir de 2013, em 2020 realizará sua 13ª edição, tendo abrigado mais de 1.100 exposições, projeções, debates, cursos e atividades afins, envolvendo cerca de 2.000 fotógrafos brasileiros e estrangeiros.

 

Somos um agente de desenvolvimento da cultura visual, que promove a cidade do Rio de Janeiro e o Brasil, como referências da fotografia no continente, reforçando a vocação natural do Rio como cenário e criador de imagens, além de marco histórico, pela produção das três primeiras fotografias feitas na América do Sul.

Ao investir em uma presença constante e dinâmica no meio digital, pretendemos ampliar sua rede de comunicação e, por conseguinte, seu potencial transformador no campo das artes visuais.

O FotoRio se reconhece como um movimento de fotógrafes da cidade do Rio de Janeiro, coordenado por Erika Tambke, Ioana Mello, Milton Guran, Nana Moraes, Paulo Marcos de Mendonça Lima e Thomas Valentin.

Quem faz o FotoRio

Milton Guran

Fotógrafo

Publica, em 1979, o livro Encontro na Bahia, sobre a primeira reunião da União Nacional dos Estudantes - UNE depois do fechamento da entidade pela ditadura militar em 1968. Já radicado em Brasília, funda no ano seguinte a Agência Ágil de Fotojornalismo.

Paulo Marcos Mendonça

Fotógrafo

Formado em Fotografia pelo Brooks Institute, EUA, e em Jornalismo pela UniverCidade, RJ. Estudou Fotografia na pós-graduação do Iuperj/Candido Mendes. Foi coordenador de fotografia da Veja-Rio e editor de fotografia nos jornais O Dia, O Globo e Lance!, onde também ocupou o cargo de editor-executivo de projetos especiais.

Nana Moraes

Fotógrafa

Nana Moraes, fotógrafa, nasceu em 1963 no Rio de Janeiro. Formada em jornalismo pela PUC de São Paulo, colabora há 29 anos para os mercados editorial, cultural e publicitário. Hoje, também, está a frente do Retrato Espaço Cultural.

Erika Tambke

Fotógrafa

Fotógrafa freelancer, participante do Coletivo Favela em Foco, professora de fotografia e geógrafa por diploma e coração. Amadora de literatura de cordel. Como doutoranda da ECO/UFRJ pesquiso fotografia popular no Rio de Janeiro.

Thomas Valentin

Fotógrafo

Thomas Valentin fotógrafo há mais de 40 anos, só recentemente começou a mostrar seu trabalho. Em parceria com seu irmão Andreas Valentin e a colaboração de Helio Oiticica, desenvolveu a obra Call me Helium, apresentada em forma de proposta no Salão de Verão do MAM em 1975.

Edições passadas

Contato

Entre em contato pelo e-mail contato@fotorio.fot.br ou preencha o formulário abaixo:

    Baixe aqui o arquivo
    institucional do FotoRio

    Imprensa

    Somos um agente de desenvolvimento da cultura visual, que promove a cidade do Rio de Janeiro e o Brasil, como referências da fotografia no continente, reforçando a vocação natural do Rio como cenário e criador de imagens, além de marco histórico, pela produção das três primeiras fotografias feitas na América do Sul.

    Para entrar em contato diretamente com a equipe para fins de imprensa, envie um e-mail para contato@fotorio.fot.br com o título IMPRENSA